Textos

A seguir impressões, sobre a vida, já que eu reflito tanto sobre ela, desde que me entendo por gente, é como um diário, que não é diário...😅 .


15 de Janeiro de 2021




Palhaço Bom x Palhaço Mal



Palhaço Bom ...


Dia atrás, eu folheei o calendário, era 10 de Dezembro, dia do palhaço. No mesmo instante, lembrei-me? Da infância. Palhaço e Circo, no bom sentido. Eu quis escrever sobre isso antes, sobre esses momentos que se passaram comigo na época, mas como não me senti inspirada, no dia, deixei pra depois. Ah, não é nada demais, apenas algumas memórias, todo mundo tem história pra contar, essa é uma das minhas.

Eu nem estava na pré-escola, quando um circo apareceu na mesma cidade que moro atualmente. Dias antes da estreia, passaram na rua distribuindo folhetos. Nele tinha um desenho do Pica-Pau. Somente o contorno, porque era para a criança pintar, escrever o nome, e entregar na entrada do circo, como ingresso. Eu gostei da ideia, participei com uma turma de amigos da família e alguns vizinhos mais próximos, acho, não lembro exatamente.

Na minha visão de criança, não senti firmeza nas arquibancadas, fiquei com receio de subir nelas,  pareciam fracas, medo de que desabassem, ainda assim, superei o medo e assisti a tudo. Não recordo de nada do que foi apresentado, o fato que nunca esqueci, é que o Palhaço, que também não recordo a aparência, nome, voz, nada, avisou que era o momento de sortear brinquedos, com aquele ingresso do desenho pintado, e... Ganhei! Que menina sortuda, eram tantas crianças serelepes na plateia, eu entre outras, fomos contempladas!


Tive que me deslocar até lá, até o centro do palco, e receber o prêmio. Timidamente, lá fui eu. Na vaga e quase nada lembrança que eu tenho disso, era uma bola... Pode não ser... O palhaço perguntou meu nome, me entregou o brinquedo, claro que, fez uma graça, fiquei mais tímida ainda, mas tudo bem, de verdade, sem traumas. Hoje dou risada de mim mesma e da situação, então me senti como uma barata tonta, porque era muita gente, a meu ver, uma multidão, lembro que me preocupei: ‘‘e agora? Como vou encontrar minha turma?’’ Consegui vê-los, ainda de longe, fiquei tranquila.


Já num outro dia... Fui com a galerinha, e já no final, eu estava ficando apreensiva por algum motivo, eu meio que, senti que seria sorteada, não estou fazendo palhaçada, tanto é que comecei a ‘‘rezar’’ pra não ganhar, não queria caminhar até lá na frente, e aí, o palhaço me chamou...😳  Ganhei de novo, mesmo, 2 vezes seguidas? Era uma pequena boneca Índia, tão simples, (claro que gostei), tinha uma roupa verde, característica, cabelo preto, extremamente liso, e lembro inclusive, que era um brinquedo perfumado... rs.


Aí conclusão: parou por ali minha ‘‘sorte’’, no decorrer do tempo, fui me tornando uma daquelas pessoas que muitas vezes diz: ‘‘eu não tenho sorte em sorteios’’, ‘‘nunca ganho nada, nem rifa, e... bingo!’’


Se havia apresentação de animais no circo, não recordo, aí é outra história, e muito séria. Não sei como essa questão tem sido vista e tratada nos dias atuais, porque o circo ficou lá na minha infância mesmo, depois daqueles episódios, frequentei pouquíssimas vezes, até em outra cidade.


Sou a favor de que não tenha animais trabalhando em circo, mesmo que digam que os tratam bem, não é lugar para eles, nem precisam dos animais lá, se tem o talento dos artistas, malabaristas, trapezistas, mágicos e tudo mais. Através da internet, conheci o trabalho do Rancho dos Gnomos, que cuidam de animais maltratados nos circos da vida, é um grande propósito de alma, merecem muito apoio projetos honestos como esse. 


palhaço-bom-x-palhaço-mal


Palhaço Mal...


Ainda na infância, primário, alguns períodos escolares foram desagradáveis, devido a boatos que nos rondavam... De que havia palhaços sequestradores de criancinhas, circulando na área, numa Kombi (carro). Mas não eram boatos, porque infelizmente existem coisas horrorosas que fazem com as crianças até hoje. Gil Gomes do jornal do momento na época, na Tv Brasileira,  chamado: Aqui... Agora... 🙋, surgiu na escola, ele tinha um estilo inconfundível de falar. De dentro da sala de aula, lembro que eu e a classe o vimos através da janela . Bem, este era um dos assuntos, que vivia em torno de nós estudantes na época, além de outros, tão sinistros quanto, como se diz, ‘‘prato cheio’’ para os jornais.


E pensando bem... Antes mesmo da adolescência, já tinha ouvido falar da influência negativa que a Tv exerce na mente das massas, lembrei de uma ilustração da época... Um homem sentado no sofá, e a cabeça dele era uma Tv. No meu caso, eu assistia muito desenho animado, eram bons a meu ver, acompanhava a Xuxa mesmo em sua nave, será que ela é Pleiadiana?... rs, eu era apaixonada por ela, porque sempre falava em acreditar nos próprios sonhos, o que para mim parecia muito difícil, eu tinha esse sentimento, eu gostava quando chegava a hora de dormir, pra ficar sonhando acordada, além de dormir mesmo, sempre fui, assumidamente, e apesar de ter sido uma infância sadia, simples e criativa.  E
 os desenhos da Tv Cultura? tão legais. Neste caso, não tenho do que falar da tv, era criança, estava bom, penso que dos males, o menor. 


Lembrança dessa época também... sonhei uma vez, que um homem, no estilo filme bang-bang, estava saindo de dentro da Tv, então ele apontou um revólver na minha direção, quando atirou, eu acordei. Coisa louca, mas sabem como são os sonhos, e nesse ultimo caso, pesadelo, bizarro... enfim, eu não entendia, seria ama mensagem? paciência.


Então, uma coisa interessante e que nos agrega positivamente, no site do professor Hélio Couto... (Curso/Reprogramações), é gratuito, tem que se cadastrar, é possível acessar áudios, um deles, chama-se Alegria, o tema é circo, nele o professor narra uma estória para o inconsciente, quando eu ouvi, inevitavelmente me fez lembrar esse fato da infância, quem tem lembranças assim? muita gente.


Mas então, eu estava pensando, como transformaram o palhaço num vilão. Porque será né minha gente? De qualquer forma, o que quero enfatizar, é a beleza, a magia, o encantamento que o circo e o palhaço têm.


Veja como é digno o trabalho de muitos palhaços em hospitais por aí, como os Doutores da Alegria, grupo mais conhecido. Tantos palhaços por esse mundo a fora, podem às vezes, passar por tristezas profundas, e ainda assim, fazer as pessoas sorrirem com suas palhaçadas, claro, que não é o ideal, também merecem sentir a alegria, ela mora dentro de todas as pessoas, e muitas vezes não conseguimos acessar, afinal os palhaços também tem seus conflitos internos.

Eu acho o humor do palhaço leve, não é humor que ‘‘idiotiza’’, sarcástico, esse não curto, respeito quem gosta, mas prefiro o palhaço bom.

 

08 de Janeiro de 2021
 

Antes do texto, eu quero desejar Feliz Ano Novo a todos, ainda dá tempo né, que seja um ano de muita alegria, paz, amor, conquistas, serenidade, paciência diante dos desafios, e claro, muita expansão de consciência na vida de todos que estiverem dispostos a isso, que juntos a gente possa apesar das diferenças, prezar por uma vida mais harmônica, justa e digna para todos à nossa volta, sem perder nossa individualidade, livres de sacrifícios desnecessários.

Quando escrevo algo aqui no blog, sobre a minha família, quero deixar claro que, sempre me refiro aos meus pais, minha irmã, com quem convivo diariamente, minha irmã nem tanto, porque trabalha fora, e embora minha família seja muito maior, (eu tenho muitos parentes), a turma é gigantesca, nós não convivemos, enfim... não tenho do que falar, estamos em paz, gosto de todos eles, e se tivesse algo, não falaria, pois não tenho o direito de expor ninguém. Procuro sempre respeitar e preservar a intimidade da minha família, só compartilho o que acho conveniente, que ilustrem situações corriqueiras que muitas pessoas podem talvez passar... Principalmente nesse contexto do "Despertar Espiritual", das ‘‘diferenças’’ que podem surgir, dos conflitos de ideias, entre o passado e o presente, entre o velho e o novo, e toda essa transição que é complicada para a maioria, e muitas vezes nem acontecem, entendo que é difícil mesmo e afinal, para muitas pessoas, pode estar bom como está, apesar de tudo, e Ok! 💚

Ocorreu agora à tarde, um episódio que vou relatar, entre meu pai e eu, enquanto conversávamos, quase na hora do almoço, e me fez refletir. Não recordo exatamente de quem ele falava, se era alguém que viu na TV, ou algum conhecido dele. Comentou que ‘‘fulano’’ tinha falecido, aí né, eu falei de forma espontânea, sem intenção de provocar ou algo do tipo... rs, que eu não gostava dessa palavra: falecer, nem da palavra: morte, porque é tipo assim, a mim pelo menos, não passa boas impressões, vibrações. 

Eu disse também, que não achava ‘‘errado’’ quando num velório, a pessoa não quer ver o corpo no caixão, não vejo como desrespeito, porque a pessoa não se limita àquele corpo, e de fato é algo muito impactante, pelo menos para a maioria, comigo não é diferente, é algo que a gente não tem escolha, ela é assim com todo mundo, até o momento que escrevo isso, o corpo tem seu fim. 

E não é porque digo que sou espiritualista, que não sou de me comover em velórios, seria uma grande ignorância pensar assim, desculpe, ainda mais pra uma pessoa empata tipo eu, e chorona, às vezes tem que chorar mesmo ué, lavar a alma, faz parte!.

Aí tranquilamente meu pai perguntou qual palavra então seria a ideal? Eu disse, ah pai... eu prefiro usar a palavra "passagem". Ele disse que não gostava de nenhuma... rs.

Pausa para uma lembrança:

Outro dia, meu pai também comentava sobre alguém que tinha ‘‘partido’’... outro caso... rs, na hora eu usei a expressão: ‘‘passagem’’, aí meu pai disse que não queria essa passagem, e deu risada, foi engraçado.

(Obs.: como ele vê muito jornal, assim como minha mãe, acho que essas pessoas eram do noticiário, um dos motivos por eu dizer aqui no blog, do quanto os jornais são desgastantes, e não gosto mesmo, tanto é que exclui a TV aberta da minha vida de vez, faz tempo, não temos assinatura, quem sabe alguns programas até valham a pena, enfim...). A maioria dos programas de TV nos imbecilizam.

*imbecilizam, do verbo imbecilizar, sinônimo de idiota, bobo, tonto, e etc.

Continuando, sobre o que ocorreu agora à tarde...

Após dizer que não gostava de nenhuma daquelas palavras que citei, me surpreendi com a frase que ele soltou, "essa menina tá querendo mudar o mundo, a coisa tá feia." ...rs 😇. Pensei comigo, de certa forma é mesmo...rs, e continuou: "Talita parece que você tá querendo convencer todo mundo, tá querendo converter as pessoas''... rs, tem que respeitar a tradição da sociedade, de como as pessoas pensam, algo assim, não foi com essas palavras.

Meu pai é uma figura! se perde às vezes, acho que é devido a um derrame, do qual se recuperou, há muitos anos atrás, mas dificultou na parte de expressar, memória e tal... é o que parece, ele me disse: fique quieta, não fale nada,  "guarde pra você", sem briga, mas me chamando a atenção... 😁. Eu disse que foi apenas meu ponto de vista, e almoçamos tranquilamente, dando risada, em meio a outros assuntos, porque meu pai, mesmo aparentando ser sério, quem o conhece sabe que é engraçado, gosta de contar piada, é tanto, que irrita às vezes 😆, mas paciência, se não fosse seu lado divertido, em nossas vidas, muitos momentos teriam sido piores, eu amo aquele palhacinho, com todo respeito a ele, e aos palhaços.

Pensei comigo de novo: ''claro, que sou um grão de areia em meio ao deserto, (não que eu esteja me subestimando) eu vou transformar o que tiver ao meu alcance, mas sem violar o livre arbítrio de ninguém''. Na hora nem falei, mas já imaginaram se todos nós pensarmos que não podemos fazer nada? tanto é que dificilmente falo sobre isso com as pessoas, porque sinto que não vão gostar, então não falo, já falei uma vez no impulso e ''deu ruim''...rs (gíria), isso não quer dizer que eu não goste das pessoas, simplesmente estou em outra frequência, não bate mais, não tem ressonância, afinidade, isso é física, simplesmente as pessoas desaparecem do nosso campo, e a gente do campo delas, não adianta forçar a relação, é por isso que muitos casais se separam, amizades terminam, é algo natural, e não tenho que me culpar e me sentir mal por isso, quando não for outro motivo, como influências externas, cada caso tem que ser analisado, enfim...mas é claro que a gente continua gostando e respeitando, e isso já é muito importante, a base de tudo.

Entendo que é chato ''forçar'' as pessoas a se converterem, eu não gostava quando faziam isso comigo, no caso dos Evangélicos...rs, (interessante que sempre atraí muitas pessoas evangélicas, nada contra, absolutamente) mas não estava aberta. 

Afinal, não há nada de errado em querer transformar, se isso significa: melhorar, evoluir, mudar, refletir, no que não nos agrega mais.

Quer dizer que, o que é tradicional tudo bem, continue ouvindo os ''tradicionalistas'', mas novos pontos de vista, que apontam outros caminhos, fiquem quietos! 

Ok pai... rs

família-conflitos-espiritualidade


O Universo está em constante movimento e transformação, é a sua natureza, todos temos escolhas a cada segundo, podemos optar por permanecer com o que nos convém, e não há mal nisso, de qualquer forma, tudo na vida tem consequência, boa e nem tão boa, isso é o carma, simplesmente a consequência de uma ação consciente ou inconsciente, não um ''castigo de Deus'', e é exatamente por isso, que não há vítimas no Universo. O Criador, Pai/ Mãe, Fonte que tudo é, simplesmente é a inteligência e Sabedoria supremas, vocês acham que não saberia que o ego do homem procuraria culpados e se vitimar? Somos apenas ignorantes em muitas situações, mas que bom que não precisa ser sempre assim.

Como podemos notar nesse episódio com meu pai, há muita resistência por parte das pessoas em permitir simplesmente ouvir outros pontos de vista, incomoda, traz insegurança, medo, até entendo, já passei por isso, mas como percebi,  foi preciso mudar, crescer, ‘‘evoluir’’, pois se ficamos presos a sofrimentos desnecessários, vitimizações e reclamações sem fim, não nos ajuda em nada, e nem ao planeta, é como dar tiro no próprio pé.

Isso não é apenas no sentido filósofo, poético, bonito de se dizer, isto é fato, isto é real é quântico. Parece um pouco frio da minha parte, dizer coisas assim, pra quem não sabe do que digo baseada em conhecimentos da física quântica, que quando a gente aprende, não tem como ignorar e voltar a ser o que era, porque se 2+2 = 4, porque vou dizer que é 5? A sociedade não reconhece por que fazem de tudo pra ocultar esse conhecimento das pessoas, e o vendem como ‘‘achismo’’, como o professor Hélio Couto diz, ‘‘deveria ser ensinado nas escolas!’’ Mas vocês imaginem a qualidade do ensino nas escolas?

Outro dia, minha irmã me mostrou um vídeo daquele aplicativo TikTok, onde um rapaz entrevistava pessoas na rua, dirigida aos jovens principalmente, (vou pegar o nome depois e atualizar aqui. Atualização: minha irmã disse que não recorda o nome, mas quem tem o app, eu não curto, 😥 dê uma pesquisadinha, se interessar...😂ele pergunta coisas fáceis, básicas, e simplesmente, não sabiam responder, coisas do tipo: a capital do Brasil! O rapaz que entrevistava, disse que não era encenação, foram muitas pessoas diferentes, pensei: minha nossa! onde vamos parar com essa educação? Claro que há escolas boas, mas a maioria...o governo quer ''emburrecer'' as pessoas, não é de hoje.

Uma frase me veio à mente ontem, antes de dormir, já estava com a cabeça no travesseiro, aí escrevi no meu bloco de notas pra não esquecer:

"Não se julgue, e não se culpe. Na vida, a gente faz o que sabe no momento (conforme o nível de consciência), faz parte errar, aprender, acertar e "evoluir" para novos ciclos.Você está pronta (o)? Siga em frente!''

Sei que isso muitas vezes não é algo fácil, mas é possível. Estou apenas sendo eu mesma, é libertador, tem gente que vai gostar e tem gente que não vai, não podemos agradar a todos, basta que a gente se respeite, não é? 



19 de Novembro de 2020

Fiz uma nova atualização dia  27/11/2020 
(esclareci algumas coisinhas, ah eu tenho isso, não reparem, minha mente não pára, às vezes, ainda bem! prometo que é a última vez...rs ), se ficar chato não leiam! de boa mesmo...:)

E cá estamos de quarentena...ainda? pois é, está complicado né? ( eu tenho mania de dizer né, né, né?, vou me corrigir) talvez muitas pessoas não estejam sentindo tanto assim o a restrição, o ficar em casa por mais tempo, afinal saem para o trabalho, um pulo na padaria... como já tenho vivido nesse estilo de vida, caseiro, logicamente tem hora que cansa, excesso ou falta, é desequilíbrio. 

Até o presente momento, a casa onde vivo com meus pais, onde ''me plantaram'' , (usei essa expressão, porque no passado, desde a infância, até parte da adolescência, minha família vivia mudando de casa, foram tantas..., e sempre acabávamos por voltar a morar aqui) 😄 , nada é por acaso. A casa atual onde vivemos tem um bom espaço, o que não me deixa aflita (considerando o confinamento como nesta pandemia). 

Nas proximidades do bairro, tem  uma área de mata verde, onde vejo muitas árvores, bem verdinhas, verde musgo, e enquanto faço bicicleta pra exercitar, já que preciso, devido à saúde física e tal, olho para elas, mentalmente digo: ''obrigada meninas lindas por estarem aí, vocês são um descanso para meus olhos'', e elas me dão um ''tchauzinho''...rsrs, mentira, mas é como se fosse...:)

Nunca gostei de morar aqui, me trazia melancolia, não por causa das pessoas, vizinhos de longa data, (e sim, o ambiente em sí). Mas hoje entendo porque, eu sempre senti isso, em muitos lugares que frequentei, e frequento às vezes, me dá mal estar, melancolia, enjoo, agora compreendo melhor, se trata de ''sentir'' as energias do ambiente, que pode não estar bom, devido à muitos fatores, e quem tem sensibilidade às energias...sofre um pouco.

Detalhe, descobri sozinha, porque fui atrás, meus estudos me levaram por esse caminho de entendimento, minha família, nem imagina que isso existe! Graças a Deus, que hoje posso me cuidar, pois estou consciente disso, já melhorou o ambiente em casa nesse aspecto. 

A presença das minhas ''amigas árvores'', me salvaram, porque tornaram a situação mais agradável pela paisagem que melhora né...rs, ar puro, energia boa que elas transmitem. Não só aqui, mas pelo mundo, tem moradias de todas as formas, sabemos que a realidade de boa parte da população, não é das melhores, numa situação de confinamento, obrigatório não é fácil. 

De verdade, creio que a pandemia é algo do tipo : ‘‘há males que vem para o bem’’, sinal de que precisamos de mudanças drásticas, como indivíduos e sociedade. Em tudo na vida, sempre podemos obter algum aprendizado das experiências vividas, são lições mesmo, mas não deve ser entendido como castigo, de forma alguma. 

No começo ( falei sobre o covid-19, num texto aqui abaixo, para a importância dos cuidados e tal), estava cautelosa, um pouco preocupada sim, mas... não alimentando essa preocupação, entendendo o processo por trás da "coisa", se é que me entendem...alguns entenderão, enfim, era o início, eu não tinha um panorama da situação, mas agora, após tanto tempo, e obtendo outras informações, de grupos da espiritualidade, (me refiro ao aspecto espiritual, metafísico, porque o visível, surge do invisível) considerando toda história que envolve a humanidade desde sempre, é possível pra quem pesquisa, chegar a algumas conclusões importantes, é preciso mente aberta e coragem.

Já repararam que quase nunca temos paz como sociedade? Pensamos: ''Ah, é normal, desde que o mundo é mundo, é assim! verdade, afinal nos acostumamos lamentavelmente, e não é normal! 

Sempre estamos preocupados com nossa sobrevivência e diversão, (me refiro a sociedade em geral, a forma como vivemos, geração após geração), e nada contra a diversão, que é muito importante para nossa saúde, neste caso, me refiro ao excesso, normalmente distrações demais), se tornam ''fugas'' para não ''olharmos de frente'' para questões que realmente importam, nosso autoaperfeiçoamento, isso inclui equilíbrio das emoções, pensamentos, sentimentos e crenças alinhadas a um propósito maior, isso é quântico, influencia no planeta, o que a Elite no poder não quer que saibamos.

planeta-terra-em-quarentena-2020-reflexão



Os jornais ganham em cima da tragédia humana, porque é uma mistura de verdade e mentira, são dramas reais, mas usados para nos manipular, e nada contra aos jornalistas, não vou generalizar, no caso do Brasil: Maju Coutinho...César Tralli... um gentleman, (exemplo), são pessoas que admiro, de forma geral, os jornais não nos representam em essência, verdade, amor e luz, temos que ter um o entendimento maior, uma visão holística, do todo, não de uma parte! a mídia no geral, nos atrapalha demais, expanda a consciência, e ficará muito claro!

Não se trata de um complô, é fácil dizer que é teoria da conspiração, para não incentivar a curiosidade, a reflexão das pessoas, a ''pensarem fora da caixa''. A mídia não é ''boazinha'', ela tem interesses próprios, e eu sei, todos nós temos nossos interesses particulares na vida, faz parte, a gente tem que prezar por algo, nesse contexto, me refiro a interesses que não levam em consideração o bem-estar real da população, como ''aparenta'' demonstrar.

Meus pais, minha irmã não entenderam isso, porque eles acreditam no sistema, como aprenderam desde sempre, tipo isso: '' Seja o que Deus quiser!''  (é como as religiões pregam)...estão só aguardando a vacina, oh céus! oh vida! oh azar!....rsrs, (lembrei do desenho animado 😆) me faz sentir compaixão, não é pena! há diferença, porque veja, meus pais são de uma geração onde é tudo muito diferente desse mundo que está se apresentando, penso: ''vou confiar que o melhor vai acontecer'', estou tranquila, pode acreditar! é o que posso fazer no momento.

Sou considerada ''a rebelde" da família, carinhosamente, ainda bem, nada de embates...😇, não gosto e não compro brigas, conflitos, sou paciente com eles e eles comigo, costumo dizer, que ''a coisa é muito mais embaixo'', por isso é preciso pesquisar e juntar o quebra-cabeça, eles que não usam internet, vão pesquisar alguma coisa? nem se interessam...rs, paciência, estou respeitando suas escolhas, dizem que cada pessoa tem seu tempo, talvez leve uma eternidade, mas... vida que segue, como for possível.

O que será de nós? dependerá de nós como sempre, e ainda não entendemos isso de forma literal e efetiva, (mas acho que é o começo), já que deixamos sempre para os governantes, que ficam felizes, ''saltitantes'' de alegria por pensarmos e agirmos de tal forma, facilita muito o controle, eles são bastante determinados e resistentes, não é a toa que estão no poder até os dias atuais.


Na verdade, a mudança exige de nós uma postura, diante de tudo o que nos cerca, e isso significa NÃO ALIMENTAR A MATRIX DE CONTROLE, sei que é complicado, parece difícil, mas não é impossível, depois que tomamos as ações, fica natural, e não se sente que é um fardo, tal mudança, como pode parecer a princípio, posso afirmar, nada a ver!...rs, confie no Universo. O importante é não ser ressonante ao sistema, não ficar na sintonia dela, compreendem? Se não estivermos dispostos a fazer a transformação, certamente as coisas não mudarão, e se mudarem por força da natureza, será mais difícil para as pessoas a adaptação e entendimento do caos, então o jeito é: para resultados diferentes, atitudes diferentes.

Exemplo simples: 

Você escuta a música que você quer? que sua alma pede? ou a canção repetitiva do artista do momento que está ''bombando'' na rádio, no Youtube... já repararam como as rádios tocam sempre as mesmas músicas? é tipo todo mundo tá ouvindo, vou ouvir, é legal, tá na moda, nada contra, mas sempre? afinal, você está escolhendo suas músicas, ou deixa a mídia escolher por você?  


12 de Agosto de 2020

Sobre o blog:

Gente o que vou falar aqui, nesse trecho, falo de boa ok?, é o seguinte, só para deixar claro, não estou aqui para ‘‘aparecer’’, ‘‘chamar a atenção’’, desde o início, este blog tem sido um hobby, um mero entretenimento, que eu adoro fazer, que tem me feito bem. Simplesmente compartilho um pouco das coisas que eu gosto, e entendo que podem ajudar à outras pessoas também, de certa forma, pode ser útil em algo, não sei, ''inspirar'' através da minha própria história, quem sabe...😊

Mudanças, transformações...

Antes, eu tinha vontade de gravar vídeos sobre aplicativos que eu uso, pra editar fotos, vídeos, só não dei continuidade, por que senti que não estava mais compatível com o que eu gostaria de fazer, não faz mais parte da minha vida, do que me tornei, embora seja a mesma pessoa, mas passamos por fases, e tanta coisa mudou, prioridades, propósitos... eu devo ser honesta comigo primeiro, para expressar minha verdade a vocês, e continuar atraindo a verdade do Universo, que vai gerar a harmonia na minha vida.

Gosto de ler, e tenho lido alguns livros durante os últimos tempos, que me atraíram, não vou dizer que assimilo 100% do que leio, porque sinto um certo bloqueio de memória, aliás, desde sempre, acho que não é grave...rs, fica mais nítido quando me expresso por palavras, na escrita, a coisa flui que é uma beleza, mas enfim....leio daquele jeito, um aqui, aí pego outro ali, pego outro, o que mais me prender a atenção é o que termino...rs, exceto se tiver sequência, respeito a ordem das leituras, para ter sentido, e eu tinha ‘‘abandonado’’ alguns deles, parecia que não era a hora de ler, mas quando decidi retomar, fez tanto, mas tanto sentido, fiquei atônita.


borboleta-transformação-mudança


A gente aprende ao longo da vida, que os ‘‘mistérios de Deus são insondáveis’’, ''melhor não saber'', ''só Deus sabe'', enfim...e creio que realmente não tenhamos acesso a uma infinidade de coisas sobre a Fonte, mas ela permite que a gente acesse o que nos cabe saber, desde que tenhamos vontade de saber e busquemos por isso, afinal ela quer o nosso crescimento, já que somos a Fonte também, e o que nos prende, o que nos limita, o que nos impede de sair do sofrimento, é justamente a ignorância, falta de conhecimento, além do medo, grande inimigo da humanidade, que caracteriza-se ao meu ver, falta de fé. Logicamente, eu também passei por momentos na minha vida, antes do despertar, de profunda falta de fé, eu dizia a mim mesma: ‘‘Deus eu quero ter mais fé, essa que eu tenho é muito fraca!’’.

Infelizmente a sociedade não imagina a importância da espiritualidade em suas vidas, na minha vida, tem sido fundamental, agora entendo tantas coisas...mas tantas! Já descobri muita coisa sobre mim, mas ainda tenho muito a descobrir, eu digo: ‘‘sou um mistério para mim mesma’’...rs, sinto isso, não é a toa que busco autoconhecimento.

E não, não fiz hipnose, acho que não conseguiria, porque faço uso de remédios contínuos, devido a tratamento médico, mas ‘‘ouvi por alto’’ que bloqueia o acesso. Tenho tido acesso às informações que eu preciso, ao longo da minha jornada, através da minha própria intuição, acho que sempre fui guiada por ela, embora não consciente do que era, e hoje a sincronicidade está tão alta, que tipo assim, eu quero saber de algo, o Universo vai lá e estampa na minha cara...rsrs, tem hora que eu páro e falo: ''Criador que tudo é! como és fascinante e magnifico, como a vida é incrivelmente louca, de tão mágica! Ah eu sabia que a vida não poderia ser só isso. ''

Gratidão infinita 😊

 


20 de Julho de 2020

Me deu uma vontade de escrever...e minha nossa, nessa tal ''pandemia'' muitos dos meus dias tem sido de insônia ''brava'', demoro horas para pegar no sono, então começo a escrever, até que o sono chegue. Me peguei pensando sobre paz interior, despertar espiritual, desapego, valores e princípios, ficou tudo junto e misturado no texto abaixo 😊

Tem uma frase que costumamos ouvir por aí, sabe quando nos dizem: ''quem cala, consente?''  em certos momentos e situações ela se aplica, e normal, mas não é uma regra. Falo por mim, apesar de eu não estar ativa no blog, os momentos que tenho de quietude e silêncio, e/ou que fico sem postar, não significa que esteja passando por problemas.

E despertar espiritualmente não significa que não tenhamos mais problemas na vida, os desafios estão aí pra todos nós, e faz parte, a diferença é que, com expansão de consciência aprendemos a lidar melhor com as situações que se apresentam, sem radicalismos, pois o caminho do meio é o que vale. Na maioria das vezes são em nossos momentos de solitude que encontramos as melhores formas de realizar, ou resolver algo em nossas vidas, porque nosso mestre interior está ali, para nos mostrar o caminho, sempre foi assim comigo, eu amo ficar sozinha, não sinto solidão, entendi que o que sinto é solitude, e isso é bom, é saudável.

Ops! passando rapidinho, dia 28/07/20, vou corrigir uma coisinha aqui...esta informação, sobre a solitude que faz parte do meu ser....😆, não está no meu mapa astral, eu generalizei, sem querer, lembrei, que na verdade está na minha numerologia...rsrs, sim, porque eu também fiz há anos atrás, mas sempre gostei dessas coisas desde criança. Curioso que eu tinha feito essas leituras, e guardei, somente quando fui escrever esses textos no blog, as lembranças me vieram a mente, é que tinha me esquecido de certa forma dessas características, hoje noto que fazem sentido cada vez mais, enfim...é isso).

O momento atual, geralmente falando, não é dos melhores para a humanidade, mas apesar de tudo, meu foco está na paz, estou em paz com meu passado, com todas as pessoas envolvidas, estou em paz no presente momento, com todas as pessoas envolvidas, e tenho a intenção de paz plena, para o meu futuro, eu escolhi ancorar a luz no mundo, aconteça o que acontecer, haja o que houver.





A conscientização do propósito maior que há na vida de cada Ser, nos faz entender que tudo é bênção divina, nem sempre fácil, sei bem disso, sendo que muitas vezes, os meios que nos faz crescer e amadurecer machucam ''um tanto assim'', mas a nossa jornada pode e deve ser mais leve, na medida do possível, conforme uma maior clareza e entendimento da nossa vida. 

Se deixamos o medo de lado (digo o medo excessivo, que paralisa) e focarmos no melhor que podemos ser, tudo fluirá melhor, principalmente praticando ''desapegos'' em relação a tudo que nos cerca, crenças, coisas, situações e pessoas. Para mim não é fácil também, exemplo: com o passar dos anos, meu apego a meu pai, só aumentou, apesar dos momentos em que ele me irrita muito...aff, e esse ''apego'' especificamente a meu pai'', acredite, também está no meu mapa astral, kkk, isso é engraçado, então tudo me faz crer, que realmente nada é por acaso, seguimos um script em nossas vidas terrenas...rs, tudo para o mesmo fim, nossa ''evolução'' tanto individual, como em contribuição para o coletivo, não é fácil o desapego, mas é bom nos exercitarmos desde já.

Sempre tive algo muito forte dentro de mim, no que se refere a valores e princípios, não só por que tive isso da educação que meus pais me deram, mas acredito que já estava em mim, desde muito antes, que quando se preza por valores mais elevados, como Amor puro, respeito, compaixão, e verdade acima de tudo, mesmo que o mundo, fale o contrário, não há o que temer. O Universo é justo, demore o tempo que demorar, é o tempo divino que conta, Ele é sábio, e o que vier é lucro. 


02 de Abril de 2020

Gente, eu desejo que todos estejam tranquilos, apesar de todo esse momento complicado que o mundo vive, devido ao CV, como se não bastasse todos os problemas que a sociedade enfrenta não é, mas paciência... ultimamente só se fala nisso, é compreensível,  mas já não aguento mais viu 😔, o que mais dizer a respeito? Além do que está sendo recomendado a todos ''fiquem em casa''.

Sim, com toda a certeza, é importante tomarmos todos os cuidados necessários, (o que a mídia insistentemente divulga), afinal temos que ter responsabilidade por nossos atos, ainda mais quando o que está em jogo é a nossa própria vida, e do próximo, acredite, tem morador de rua, ou que trabalham catando lixo, e não sabem do que se trata o CV, é triste, então... podem ser casos isolados, devido a outros fatores, não sei, mas também, uma coisa é certa, não fiquemos tempo demais expostos aos jornais, porque dá pra notar claramente o excesso de informação, há o interesse de se manter a audiência, afinal eles vivem disso, mas muitas pessoas não estão conscientes que isso causa mal a elas, nem os jornalistas, sabem como é, na Matrix o que importa é o Status Quo, além de manter o emprego para pagar as contas, e não estou julgando, é apenas uma observação da situação em que a sociedade vive, desde sempre.

O noticiário em geral, mesmo que nos digam que é importante a informação, para acompanhar o que acontece no mundo, ok, é! mas tantas outras coisas poderiam estar sendo ditas a nosso favor e bem estar, visando nosso crescimento, auto desenvolvimento, mas claro, isto não é interessante para a mídia, não não é o seu papel fazer isso por nós não é, daí não adianta nada, manter a boa imunidade, alimentação, e descanso, quando possíveis, para nos estressarmos logo em seguida, com os jornais. Empatas como eu sentem mais isso, e não é frescura, pesquise! Depois que tomei conhecimento disso, procuro evitar a TV, estou em paz, sem me sentir ''culpada'' por não entrar na vibração do sofrimento. 

É óbvio que muitas pessoas estão sofrendo por isso tudo, e o que podemos fazer neste momento? Acredite, o melhor, é abençoá-las, orar por elas, meditar pelo planeta, coisas tão simples, mas com um grande poder, que a maioria infelizmente desconhece, e faz descaso, não é a toa que o planeta esteja como está, sem essa de, eu não conheço essas pessoas, elas nem sabem que existo! e não tenho nada a ver com isso, pois todos temos muito a ver com tudo, é algo que precisamos entender de uma vez por todas. 

Sei que não adianta ''forçar'', o que não se sente naturalmente, só faça se for por livre e espontânea vontade, mas procure confiar mais no Criador, nos seres da luz que estão cuidando de todos, pois mesmo quando tudo ao nosso redor parecer um caos, dor, tristeza, medo, não esqueçam, não estamos abandonados e sozinhos.

Equilíbrio em todos os aspectos da vida é fundamental, e parece algo longe de se atingir, mas não é, o segredo está nas emoções, pensamentos e sentimentos, e até que essa fase termine, melhore, tem que ter gente equilibrada na terra. Sei que é fácil falar, pois muitos não gostam de ficar em casa, o convívio com familiares pode ficar mais estressante, devido as diferenças, mas é possível!  

Já estou acostumada a ficar em casa, é da minha natureza, tanto é que isso apareceu até no meu mapa astral, muita coisa lá não me surpreendeu, eu lia e dizia, é bem assim...😏, ( já faz alguns poucos anos que o fiz), enfim...eu gosto de fazer trabalhos manuais também, desde criança, acho que pode ser uma ótima forma de passar bem o tempo, manter a mente ocupada, com atividades positivas, mas sem fuga da realidade, pois é importante que a gente mantenha a nossa mente ''desperta'', conscientes de tudo a nossa volta, para que a coisa melhore, acredite nisso.




14 de Fevereiro de 2020


Minha nossa, eu quero escrever um texto mais curto, só que não consigo, ainda...rs, desculpe qualquer coisa. Era para este texto ter sido o primeiro a ser publicado no blog, mas ficou pra depois porque só me senti inspirada a escrever agora.





Cobrar/pagar por um trabalho espiritual, energético, é ''correto'' ou melhor dizendo, é divino, é digno, é justo?




É muito importante o Discernimento, em todo caso, porque é preciso considerar vários pontos. As Terapias são simplesmente uma bênção Divina! Sim, vejamos por esse lado, vamos reconhecer, agradecer por todas elas existirem, ao invés de ficarmos reclamando que é caro, que tal terapeuta não faz direito, que tal terapia não resolve nada, sinceramente isso é muito pequeno, e mesquinho.


Percebi que tem surgido muitas terapias, há infinitas possibilidades neste Universo, então é natural, toda essa abundância de terapias...rs, tem para todos os gostos e necessidades, já experimentei três delas, uma de cada vez, e todas foram importantes, em cada momento. Todas tem a mesma finalidade, as técnicas é que variam. O equilíbrio das emoções, e limpezas energéticas, são fundamentais, para uma vida individual e social mais saudável. Eu acredito que cada uma tem sua importância, não dá pra falar, uma é melhor que a outra, ao meu ver elas se aplicam a diversas pessoas e situações, em diferentes níveis de "evolução pessoal", e/ou momento de auto desenvolvimento, digamos assim, e como somos seres multidimensionais, às vezes... a gente pode achar, contando apenas com nossos 5 sentidos, que não está fazendo efeito, acontece, que talvez não esteja de forma visível, mas de alguma forma está sendo trabalhado em você, e fazendo transformações positivas.


Há quem diga "não é certo cobrar por um trabalho espiritual!" "Onde já se viu pagar para receber energia?", (como no caso do Reiki) há muitas outras. Já ouvi muitas opiniões a respeito, pontos de vista diferentes, de pessoas respeitadas no meio e tal, além de pessoas anônimas, que já relataram passar por tratamentos nessa linha.





Mas, pense comigo, vivemos num mundo, onde todos temos despesas, e contas para pagar, o custo de vida varia, dependendo do lugar, não tem como viver de doação. Gente é simples, considerando o Sistema em que vivemos, nesta Matrix, é preciso o equilíbrio, através da troca, o Terapeuta precisa trabalhar nesse contexto, esse é o atual momento de "evolução" , ou desenvolvimento da humanidade, cobrar é justo, eu diria justíssimo, o que não impede o profissional, se assim desejar, que se presenteie pessoas em alguns momentos com doações desses trabalhos, só que não dá pra fazer sempre. Sem dúvida, é um trabalho muito bonito, que está crescendo, que deveria ser apreciado e valorizado, muitas vidas são transformadas através das terapias, holísticas ou não, e o terapeuta é um instrumento essencial nesse momento, mais uma vez eu digo, dentro desse contexto, entendendo o Sistema que estamos inseridos.


Quando usufruímos de tratamentos como esses, terapêuticos, como os energéticos, (Reiki, é um exemplo), não pagamos pela energia, claro que não, é até sem sentido! O que se paga, são as horas, o tempo precioso do Terapeuta, que investiu também em conhecimento, e que está ali, presente, sendo o canal, o facilitador, para que as energias cheguem até a pessoa que solicitou aquele tratamento. 


Por exemplo, há situações, em que a pessoa procura centros espíritas para receber passes, é uma doação fraterna, cujo apoio, faz parte do que a Doutrina espírita prega, no sentido de Caridade e tal, e é super bonito e com certeza auxilia muita gente, mas não dá pra comparar com um Terapeuta Holístico, que vive da atividade, mesmo que seja em período integral, ou não.


Sem contar que, não são todas as pessoas no planeta, que estão dispostas a dedicarem suas vidas, exercendo essas atividades, assim como, há pessoas que não querem trabalhar como garis, e que não querem ser empresários, (são apenas exemplos, nada contra, todos são dignos). Trabalhar com terapia é muito sério também, porque é preciso, cuidar de sí, para só então cuidar do outro, é um comprometimento, disposição, vocação, ética, responsabilidade, valores e princípios, e terapia holística, por exemplo, trabalha o todo, envolve cura, a nível energético espiritual, emocional, mental, consequentemente o físico! 


Por outro lado, com certeza há terapeutas, que não tenham aquela paixão pelo ofício, devido a interesses mais pessoais envolvidos, como lucros financeiros, e ok, desde que não prejudique uma pessoa em seu tratamento, e nossa, há casos mais graves como charlatões, isso existe em diversas áreas mesmo, quantos casos nós já assistimos nos jornais, denúncias na saúde, estética? só que não dá pra generalizar, sem radicalismos, a maioria, é de gente séria. Infelizmente a sociedade tem sofrido muito nesse aspecto do financeiro, não está desperta, consciente ainda, para a real prosperidade do Universo, temos um longo caminho pela frente, a boa notícia é que tratamentos terapêuticos também servem para isso.


E a velha cultura, de que, ''só aceito se for de graça'', é tão forte ainda... acontece que muitas pessoas, não dão valor nem de graça! não dão o mínimo valor.


Antes de tudo, as pessoas que trabalham com terapias, estão na área, porque sentem um ''chamado'' da alma, torna-se um propósito na vida da pessoa, que responde a essa ''missão'', um propósito maior, se dedica, investe seu tempo, em conhecimento, estuda, paga por ele, é uma dedicação, nem sempre vai dar pra conciliar um trabalho em período integral, tradicional numa empresa, com o trabalho terapêutico, cada Ser é único e tem suas necessidades e limitações, há escolhas e prioridades que devem ser feitas, respeitadas. 


Todas as terapias estão aqui na terra, pra cuidar da humanidade, já é uma forma maravilhosa que o Divino tem de nos ajudar, porque não adianta, rezar, pedir pra Deus ''tirar'' pensamentos e sentimentos, ruins de dentro da gente, como num passe de mágica, a mudança é sempre de dentro para fora, parte da própria pessoa, se disponibilizar a resolver esses conflitos do ego, e remédios, dependendo do caso, (claro que não se aplica a todos), só anestesiam. Terapeuta e paciente trabalham juntos, para que a coisa funcione direito, mas o resultado vale a pena, não precisa ter medo, nem vergonha. 


Meu conselho às pessoas que buscam por terapias, experimentarem sem julgamentos e expectativas, porque cada caso é um caso, cada pessoa é única, que se permita sentir, observar o que ela causa em você, sem pressa dos resultados, é um processo que leva tempo, paciência meu povo, que a coisa vai, e flui! 





27 de Janeiro de 2020



Ás vezes, eu fico pensando, como o ser humano tem dificuldade para lidar com seus próprios sentimentos, basta ver a história da humanidade. Não é à toa, que as pessoas recorrem a fugas de todos os tipos, incluindo as mais autodestrutivas, como vícios em bebida alcoólica, drogas, relacionamentos doentios e por aí vai.

Compreendi que sou uma buscadora, não tenho medo da verdade, sempre busquei por ela, mas isso, depois que despertei, ficou mais forte, já que agora as coisas fazem sentido, então confio profundamente no bem maior, nessa força maior, que rege tudo o que existe, não importa o nome, mas não se limita a ser Deus, como os homens aprenderam. A mudança e o crescimento causam desconforto, e até um certo medo, é um processo natural da vida mesmo, desde que este medo não te domine, porque isso gera um ciclo que nunca tem fim, se não romper com tal bloqueio, (tô aprendendo também).


Quando Despertamos espiritualmente, a gente passa a olhar tudo de forma diferente da maioria das pessoas, e está tudo bem, tenho a sensação de que estou vivendo em duas realidades distintas, ao mesmo tempo. Sei que não sou melhor do que ninguém por isso, só é um pouco estranho e desafiador no começo, lidar com as novas descobertas, ao mesmo tempo em que as pessoas ao nosso redor, não acordaram ainda, e sabe, dá uma vontade de contar para todo mundo, tipo: ''hei, olha o que eu descobri e não é loucura, mesmo que pareça...rs''  natural esse entusiasmo, mas não dá pra compartilhar de maneira tão tranquila, porque mesmo que a gente não queira, dependendo da situação, do jeito de falar, podem ocorrer ''embates'' de ideias e crenças, afinal, o velho sistema, está bastante enraizado na sociedade atual, tenho a sensação, que elas até gostam de parte dele, digo o lado glamouroso da vida social, que exalta o ego, as conquistas pessoais, materiais e o status, mas não quero dizer que é maldade delas, longe disso, é simplesmente um apego.





Escrevi no blog, sobre esse processo, chamado Despertar, é o único lugar que tenho pra falar do assunto, pelo menos no momento e de forma aberta, sem gerar desconforto entre familiares e amigos, talvez isso não ocorresse se compartilhasse num facebook da vida, mas vai saber, não é mesmo? embora eu tenha despertado muito tempo depois que saí, das redes sociais. Não estou impondo minhas crenças a ninguém, nunca quis isso, todos somos livres para escolher no que acreditar, e num blog, lê quem quer, de forma alguma, vai ser obrigado a ler. O meu intuito é alcançar outros buscadores, como eu, posso ser uma ponte, um auxílio para aqueles que ''buscam'', e só não sabem como, mas que pelo menos estão dispostos a entender, mesmo que não assimile as informações muito bem inicialmente, sem bloqueios e medos, o que é raro, pois estamos cheios deles. 

Não falo com a minha família sobre o assunto, embora tenha compartilhado muitas descobertas com eles...há resistências, que já diminuíram bastante, (sinto isso), mas converso sobre, simplesmente por precisar me expressar, mesmo que entre por um ouvido e saia pelo outro...rs, não posso obrigá-los a aceitar, não fico mais chateada, sinceramente estou tranquila quanto a isso agora, pois cheguei a conclusão, que todas essas coisas, tem sido importantes para mim, para o meu processo pessoal, não posso dizer que seja o mesmo para eles e outras pessoas. Eu ficaria feliz se todos no planeta despertassem também, para que sofressem menos, dessem menos ''cabeçada'' na vida , não culpassem o Criador e as pessoas por suas frustrações, reclamassem menos da vida, de coisas tão pequenas, que evitassem julgamentos, e assim haveria mais harmonia no mundo, realmente só depende de cada um, isso é fato, por isso temos livre-arbítrio. Quando ''Despertos'', nos transformamos na mudança que queremos ver no mundo, (já dizia Gandhi) a vida...aqui, onde estamos, é passageira. 


A maioria vai resistir às informações, sei que não é fácil encarar tamanha mudança de paradigma, o ego atrapalha bastante, percebi que não adianta ''falar'' do assunto (talvez eu mude de ideia quanto a isso, no futuro), com quem não questiona a vida, com quem não acha o Sistema como um todo bastante controverso, com as leis do Universo, Criador enfim..., e deseja saber algo mais, e com quem não quer viver em comunhão integral com o seu lado Divino, porque isso significa colocar o ego no lugar, a serviço da Fonte Criadora, e não o contrário, apesar das dificuldades da vida, o foco é trabalhar seu lado interior, (sempre senti isso), visando o crescimento interior, e não o apego a questões terrenas, como status, emprego, casa, carro apartamento, como diz meu professor Hélio Couto 💚, e Criatura de Deus, se espiritualizar não significa viver na pobreza, looonge disso.

A sociedade está apegada à crenças, adquiridas desde a infância, como aprenderam de tal forma, na cabeça deles, talvez não seja possível mudar, é como se fosse deslealdade, com seus antepassados, algo assim, veja o quanto, muitos consideram lindo, cultivar tradições, costumes e crenças passadas de geração em geração, e elas podem não ser tão benéficas como imaginam.

Quem vai querer entender que Deus não castiga, que todos somos Deuses, inclusive aquele mendigo na rua, que essa energia tão poderosa, não está lá longe, separado da gente, que também mora dentro de cada um de nós, e isso quer dizer que temos uma ligação direta com o próprio, basta ficar em silêncio e ouvir, mas parece também, que as pessoas tem medo do silêncio, tem medo de ficar ''sozinhas'', de encarar as próprias sombras, sinto muito pessoal, mas sem fazer isso, nada mudará, só adiará a resolução dos problemas, que nós mesmos criamos, ainda sim tenha paciência consigo mesmo(a), sei que não é fácil, (isso vale para mim também, pois estamos aprendendo sempre). Em todo caso, eu lhe diria, após ler sobre esses assuntos, vá com calma e não se sinta obrigado a nada, só preste mais atenção ao que você sente, e seja fiel e honesto quanto a isso, se é bom ou não pra você, se for leve, é uma ótima resposta de que está no caminho certo.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *