quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Estampa Mickey Mouse - Diy

Olá amigos, como estão todos? espero que bem. Ultimamente, a minha cabeça, está ''fervilhando de ideias'', são tantas, que falo pra mim mesma: ''calma menina! uma coisa de cada vez, você é uma só!'' ...:)

Quero compartilhar uma pequena e modesta série de estampas, de acordo com essas ideias que estão aflorando. 

Todas as camisetas que personalizo, e compartilho aqui no blog, são daquelas tradicionais, não é do tipo babylook, ou outro modelo de blusa, o que não nos impedirá de fazer estas estampas, nestes outros estilos também, se assim desejar.

Para este artigo...estampei uma silhueta do Mickey Mouse. É bem fácil de fazer. Mais adiante, nos próximos posts, vou ''complicar'' um pouco, com desenhos mais detalhados...:)



Um pouco da história de como surgiu o Mickey Mouse...

O ratinho mais famoso do mundo, foi criado em 18 de Novembro de 1928 por Walt Disney e o desenhista Ub Iwerks. Antes de ser batizado de Mickey Mouse, era chamado de Mortimer, portanto este foi seu primeiro nome. 

E por sugestão de Lillian Bounds, a esposa de Walt Disney, o personagem teve seu nome alterado para Mickey Mouse, ela considerava o primeiro nome muito formal, para o desenho.


Walt Disney, também dublou o personagem por 18 anos (de 1928 a 1946). Depois foi a vez de James G. MacDonald, e em 1977, Wayne Allwine, sendo este, aprendiz de James G. MacDonald. Wayne, dublou até a sua morte, em 2009. Atualmente, quem dá voz ao personagem, é Bret Iwan.

Fonte da informação: Amigo Wikipédia.


Para esta estampa, usei molde de papel sulfite mesmo. Imprimi o desenho, que estará aqui no final do post. E como no post anterior, dos moldes em miniatura, para o contorno usei caneta para tecido, e neste caso, para o preenchimento do desenho, que é maior, a tinta tradicional líquida, por isso, escolhi um pincel de cerdas largas para aplicá-la. 






Materiais para estampar: 



Importante: Não esqueça de colocar por baixo, um pedaço de papelão pra proteger a parte de trás da blusa.


Inicialmente, numa superfície plana, com o molde pronto (recortado), coloque no centro da camiseta, costumo medir, uns 4 dedos abaixo da gola. Também usei fita crepe pra deixar o molde mais estabilizado. 

No primeiro contorno, usei um lápis de cor, já tá velhinho, nem uso muito, é daquele aquarelável da Faber Castell, achei bom o resultado para a marcação. Feito isso, passei o segundo contorno, com a caneta para tecido, por cima do lápis.




Obs.:Não tem problema, se ficar um contorno não muito ''certinho'', é só retocar no final, com todo o tempo do mundo, não tenha pressa...:)


Agora, é a hora de preencher o desenho com a tinta para tecido, novamente usei a marca Acrilex. Usei um pincel de cerdas largas.


Obs.: é importante que esteja limpo, pra não danificar na hora da pintura, com algum resíduo de poeira, ou fiapos soltos, e etc. 


Com cuidado, preenchi o desenho, começo da borda para o centro. Tem que ter uma atenção maior pra não ''borrar'' ,e não passar da área do desenho que não queremos pintar, mas como disse antes, sem pressa, tudo dará certo...:) terminei a pintura, e deixei secar, estampa pronta.


Na barra, cortei aquele U espaçado. Basta dobrá-la ao meio, com um único corte, ao abrir a camiseta, às vezes... a tesoura não ajuda, então precisei aparar as arestas.


Se quiser parar por aqui é isso, dessa vez, não sugeri corte na gola, e nas mangas, só dobrei cada uma delas, umas 3 vezes.


Mas se quiserem personalizar, a ideia é fazer assim: com a camiseta dobrada, fiz uma marcação com giz, como ilustrado no desenho abaixo.


Depois fiz vários cortes, são as tiras, que vão seguindo o contorno do giz, até o limite dele. Do mesmo ''jeitinho'' quando fazemos as franjas na barra da camiseta. 

Porque dobrei para cortar as franjas? porque, sendo os cortes das tiras com a camiseta dobrada, dará o número exato, cada par estará formado, pra amarrarmos depois, não vai sobrar, nem faltar tira, entende?


Depois de cortadas, as linha estarão ''enfraquecidas'' , é preciso ''rompê-las'' digo a costura que une essas tiras, como? puxando de leve, e retirar os restos de linha, depois, em cada par, dei 2 nós, até fechar toda a lateral da blusa.


A foto abaixo, ilustra os detalhes das franjinhas amarradas...(:


No meu ver, é isso que torna a customização interessante, a possibilidade de transformar uma peça, do jeito que a gente quiser e puder, o que torna a peça diferente e exclusiva....:)



Imprimir



Teh+! pessoal, já estou pensando na próxima...:)

Nova Lojinha de Camiseta No Site Montink

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...